Debê Produções » Resisto


Resisto

“Resisto” é uma videoinstalação criada para a exposição “Martins Penna em Cinco Atos”, em cartaz no Arte Sesc de 26/10/2015 a 28/02/2016.

Cinco meses após a sua fundação em 1908, a Escola Dramática Municipal – nome de batismo da atual Escola de Teatro Martins Pena – já passava por sua primeira crise. Coelho Neto, diretor e fundador da escola, elencava problemas administrativos e entregava a sua carta de demissão ao prefeito Serzedelo Corrêa.

A demissão não foi aceita, o prefeito deu um jeito de contornar os problemas e Coelho Neto permaneceu no cargo até a sua morte em 1934. No entanto, o sobressalto, a iminência do fim e o espírito de luta passaram a ser traços permanentes na história desta que é a primeira escola de arte dramática do Brasil, e um antigo sonho do dramaturgo que hoje empresta seu nome à instituição.

Nesta sala, reunimos depoimentos de atores, alunos e professores da escola, partes de uma história de amor e persistência que tornam a Martins Pena a cara de quem vê o teatro como ferramenta política e não se cansa de proclamar a palavra “Resisto”!

FICHA TÉCNICA

Direção: Marcio Debellian
Direção de fotografia: Miguel Vassy
Produção executiva: Daniel Nogueira
Fotografia adicional: Clara Cavour
Montagem: Pedro Colombo
Paisagem sonora: Daniel Castinheira
Assistente de câmera: Daniel Santos
Assistente de produção: Pedro Barroso
Logger: Bruno Eppinghaus
Pesquisa: Daniel Nogueira, Marcelo Biar, Pedro Barroso e Ramon Nunes Mello

Depoimentos:
Armando Babaioff
Elza de Andrade
Felipe Bustamante
Jô Bilac
Joana Fomm
Luiz Antônio Pilar
Luiz Costa-Lima Neto
Marcelo Reis
Marcos Henrique Rego
Maria Ceiça
Paulo Verlings
Pedro Barroso
Ramon Nunes Mello
Rebecca Danatas

“Resisto” é uma videoinstalação criada para a exposição “Martins Penna em Cinco Atos”, em cartaz no Arte Sesc de 26/10/2015 a 28/02/2016.

Cinco meses após a sua fundação em 1908, a Escola Dramática Municipal – nome de batismo da atual Escola de Teatro Martins Pena – já passava por sua primeira crise. Coelho Neto, diretor e fundador da escola, elencava problemas administrativos e entregava a sua carta de demissão ao prefeito Serzedelo Corrêa.

A demissão não foi aceita, o prefeito deu um jeito de contornar os problemas e Coelho Neto permaneceu no cargo até a sua morte em 1934. No entanto, o sobressalto, a iminência do fim e o espírito de luta passaram a ser traços permanentes na história desta que é a primeira escola de arte dramática do Brasil, e um antigo sonho do dramaturgo que hoje empresta seu nome à instituição.

Nesta sala, reunimos depoimentos de atores, alunos e professores da escola, partes de uma história de amor e persistência que tornam a Martins Pena a cara de quem vê o teatro como ferramenta política e não se cansa de proclamar a palavra “Resisto”!

FICHA TÉCNICA

Direção: Marcio Debellian
Direção de fotografia: Miguel Vassy
Produção executiva: Daniel Nogueira
Fotografia adicional: Clara Cavour
Montagem: Pedro Colombo
Paisagem sonora: Daniel Castinheira
Assistente de câmera: Daniel Santos
Assistente de produção: Pedro Barroso
Logger: Bruno Eppinghaus
Pesquisa: Daniel Nogueira, Marcelo Biar, Pedro Barroso e Ramon Nunes Mello

Depoimentos:
Armando Babaioff
Elza de Andrade
Felipe Bustamante
Jô Bilac
Joana Fomm
Luiz Antônio Pilar
Luiz Costa-Lima Neto
Marcelo Reis
Marcos Henrique Rego
Maria Ceiça
Paulo Verlings
Pedro Barroso
Ramon Nunes Mello
Rebecca Danatas



VOLTAR